Publicidade

Felipe d’Avila: Saiba mais sobre esse candidato à presidência em 2022

22/04/22 15:18 - Atualizado em 7 de junho de 2022

O partido Novo lançou o pré-candidato de Felipe d’Avila à Presidência da República nas eleições de outubro.

As Eleições no Brasil em 2022 ocorrerão no dia 02 de outubro e se houver a necessidade de um segundo turno, o mesmo deve ocorrer no dia 30 do mesmo mês.

Pensando nisso, separamos um artigo falando sobre o candidato Felipe d’Avila.

Publicidade

Felipe d’Avila: Sua história na política!

O empresário e cientista social Luiz Felipe d’Avila, 58 anos, vem de uma família com tradição política.

Ele é irmão do Deputado Estadual Frederico d’Avila (PSL-SP), primo da ex-deputada Manuela d’Avila (PCdoB-RS) e neto do ex-Deputado Federal João Pacheco Chaves (MDB-SP).

É fundador do Centro de Liderança Pública (CLP), organização sem fins lucrativos focada na formação de novos quadros políticos e da administração pública.

O ex-tucano conhecido por coordenar o programa do ex-governador Geraldo Alckmin na campanha presidencial de 2018, percorreu o país para colocar seu candidato como representante da Terceira Via.

Publicidade

D’Avila também está liderando a missão de desarmar as tensões dentro do partido e desarmar possíveis divergências, além de trazer maior projeção nacional ao partido Novo em Minas Gerais.

Ele também é fundador e editor da VirtùNews, plataforma de jornalismo digital de dados com foco em análise de política e economia.

Também é editor do jornal O Estado de S.Paulo com foco em política e Bravo!, especializado em artes e cultura, posteriormente vendida para a Editora Abril, onde Luiz Felipe tornou-se Diretor Superintendente entre 2002 e 2006.

Ele também é o autor de livros sobre história e política como:

  • “O Crepúsculo de uma Era”
  • “Dona Veridiana: A trajetória de uma dinastia paulista”
  • “Os Virtuosos”
  • “Caráter e Liderança: Nove Estadistas que Construíram a Democracia Brasileira”
  • “Memórias de Cosimo de Médici de um Guia do Renascimento”
  • “10 Mandamentos: Do País que Somos ao Brasil que Amamos”.

Em entrevista coletiva, o candidato disse que pretende pacificar o país e que se vê como a terceira via nas eleições deste ano:

  • “O Brasil precisa de um presidente que possa pacificar o Brasil, e nossa campanha não é sobre quem Para aumentar a polarização ou para combater a polarização. Trata-se de pacificar o país, as pessoas entenderam que o radicalismo político piorou suas vidas, aumentou a pobreza, o desemprego, baixou a renda, voltou a inflação e a pobreza”.

A abertura econômica é uma das propostas mais importantes do candidato:

  • “O Brasil precisa de um presidente capaz de superar esse populismo que nos deixou 20 anos de estagnação econômica, desemprego recorde e miséria crescente. A abertura econômica do Brasil é fundamental “, ressaltou.

Felipe também se referiu à necessidade de “conciliar” o agronegócio com o meio ambiente, descentralizar o poder e capacitar os cidadãos por meio da digitalização do governo.

felipe d'avila

Coligações e candidato a vice-Presidente

Por enquanto, o partido não vai formar coalizões para desafiar o executivo.

O Novo sempre pretende buscar o apoio das partes que trabalham para este projeto da agenda de modernização do país.

Ele diz que não vai abandonar essa agenda reformista de que o Brasil precisa, sobretudo, de abertura econômica.

Mas, de políticas ambientais para atrair investimentos para o Brasil e permitir que o agronegócio continue exportando para que o Brasil não perca mais competitividade no setor que hoje é mais competitivo.

Segundo Felipe d’Avila sobre a Federação Partidária “Estamos conversando, mas ainda não há conversa efetiva sobre união da terceira via. Primeiro, temos que discutir propostas. A união tem que ser sobre propostas. Se outros candidatos da terceira via apresentarem propostas muito amenas, não vamos conseguir unir.”

O Novo também lançará candidatos ao Senado como Paulo Roque (DF), o partido também apresentou Romeu Zema (MG), Vinicius Poit (SP), Paulo Ganime (RJ), Odair Tramontin (SC) e Aridelmo Teixeira (ES) como candidatos a Governadores.

O partido ainda está em processo de finalização do processo seletivo para os governos de Goiás e Rio Grande do Sul.

De acordo com o partido, as indicações completas nos principais estados e pretende dobrar sua cadeira na Câmara dos Deputados e triplicar suas bancadas estaduais.

Se você gostou do nosso texto continue nos acompanhando pelo blog para saber mais sobre as Eleições, prazos e candidatos que concorrerão aos cargos públicos.

Conteúdos relacionados à este

Como emitir seu primeiro Título de Eleitor Online?

Como emitir seu primeiro Título de Eleitor Online?

Para poder votar e exercer os direitos políticos, a inscrição no alistamento eleitoral, é necessário a emissão do primeiro Título de Eleitor no caso de ser sua primeira emissão. De acordo com o Art. 14 da Constituição Federal, o voto é facultativo somente para jovens...

ler mais
Saiba como regularizar Título de Eleitor Online!

Saiba como regularizar Título de Eleitor Online!

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou o serviço online que facilita regularizar Título de Eleitor Online sem precisar sair de casa. Em princípio, para uma situação eleitoral adequada, não deve haver motivo de anulação ou suspensão de direitos políticos. Em 2022,...

ler mais
Qual a importância do Título de Eleitor?

Qual a importância do Título de Eleitor?

É muito importante que todos os eleitores do Brasil estejam em dia com a justiça eleitoral e tenham em mãos, seja em cédula de papel ou um dos personagens mais importantes nos pleitos realizados em nosso país, o Título de Eleitor. O ano de 2022 é um ano muito...

ler mais

Deixe um comentário aqui