Publicidade

Ciro Gomes: Todas as informações sobre esse candidato a presidência em 2022

23/03/22 15:29 - Atualizado em 27 de maio de 2022

Ciro Gomes é um dos candidatos à presidência da república e o nome escolhido pelo PDT.

Esse ano decidiremos os próximos representantes em diversos cargos, assim é importante conhecer um pouco mais sobre cada candidato.

Siga a leitura para conhecer um pouco sobre a trajetória do candidato Ciro Gomes do PDT.

Publicidade

Ciro Gomes: Sua história na política

Ciro Gomes é político, advogado e professor universitário brasileiro.

Foi Deputado Estadual, Prefeito de Fortaleza, Governador da Província do Ceará, Ministro da Fazenda e da Integração Nacional.

Ele foi, também, candidato presidencial brasileiro de 2018.

Ciro nasceu em novembro de 1957 em Pindamonhangaba, São Paulo.

Publicidade

Filho do cearense e defensor público, José Euclides Ferreira Gomes, e da professora paulista, Maria José Santos.

Ciro iniciou seus estudos na cidade de Sobral e posteriormente em Fortaleza.

No final dos anos 70, formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará.

Na faculdade, participou do movimento estudantil e concorreu à vice-Presidência da UNE.

Após a formatura, retornou à cidade de Sobral, onde foi nomeado Procurador, quando seu pai era Prefeito da cidade, na época, ele estava ensinando em uma universidade local.

Em 1982, Ciro foi selecionado pelo PDS como Deputado Estadual.

Em 1983, ingressou no PMDB e em 1986, foi reeleito para um segundo mandato.

Na época, apoiou o candidato do Governo Estadual, Tasso Jereissati, com o objetivo de acabar com o coronelismo na região.

Ele é o líder do governo no Parlamento, a primeira Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa foi criada no Brasil.

Em 1987, Ciro concorreu à prefeitura da capital do Ceará e em 1988, quando assumiu o município, lançou uma reforma fiscal que organizou as contas públicas da cidade e a cidade deixou de ser deficitária.

Após 15 meses na Prefeitura de Fortaleza, Ciro deixou o cargo para concorrer ao Governo Estadual pelo recém-formado PSDB, foi escolhido com 56% dos votos.

Passou a incentivar a criação de micro e pequenas empresas, reduzir a maquinaria administrativa, aumentar a arrecadação do Estado por meio do combate à sonegação fiscal e investir em saúde e educação.

Ciro recebeu o Prêmio Mundial Maurice Pate – UNICEF, em Nova Iorque em 1993 pela redução da mortalidade infantil no Ceará.

No mesmo ano, construiu o Canal do Trabalhador, uma obra de quase 120 quilômetros para salvar Fortaleza de uma interrupção no abastecimento de água.

Em setembro de 1994, Ciro assumiu a Fazenda com Itamar Franco como Presidente, nesse período, esteve envolvido no Plano Real.

Ciro já filiado ao PPS, concorreu à Presidência do Brasil junto com Fernando Henrique e Luís Inácio, que concorrem à reeleição.

Fernando Henrique foi eleito e Ciro ficou em terceiro lugar.

Em 2002, ele concorreu pela segunda vez nas eleições presidenciais pelo PPS, mas, ficou em quarto lugar atrás de Luis Inácio, José Serra e Garotinho.

Em 2003, Ciro foi convidado a assumir o ministério com Luis Inácio Lula da Silva na Presidência.

Procurou revitalizar a SUDENE e a SUDAM e continuou o trabalho de transposição do rio São Francisco.

Em março de 2006, Ciro renunciou ao cargo de Ministro para concorrer à Câmara dos Deputados pelo PSB.

Ele foi eleito o Deputado Federal mais votado do país e é membro do Comitê de Constituição, Judiciário e Cidadania da Câmara de Comércio.

Ciro defende a expansão da CPMF, programa de aceleração do crescimento e inversão do rio São Francisco.

Quando deixou o cargo em 2010, Ciro recusou outra pensão a que tinha direito, como fez quando deixou a Prefeitura e o governo.

Em setembro de 2013, Ciro assumiu o cargo de Ministro da Saúde do Ceará indicado por seu irmão Cid Gomes, então, Governador do Ceará.

Com o fim do governo de Gomez de Cid, Ciro continuou na mesma função no governo de Camilo Santana.

ciro gomes

Coligações e candidato à vice-Presidente

O candidato presidencial da República do PDT, Ciro identificará o candidato a vice-Presidente em julho de 2022.

O ex-Ministro fez a declaração aos repórteres após evento no Conselho Federal de Enfermagem, em Brasília.

Ciro também disse que a ex-Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva não deverá estar em sua lista.

O ex-ministro, Ciro Gomes, disse que o motivo seria a aliança do partido de Marina com o PSOL, segundo ele, o PSOL é uma extensão do PT.

Confira mais candidatos à Presidência no nosso blog!

Conteúdos relacionados à este

Como emitir seu primeiro Título de Eleitor Online?

Como emitir seu primeiro Título de Eleitor Online?

Para poder votar e exercer os direitos políticos, a inscrição no alistamento eleitoral, é necessário a emissão do primeiro Título de Eleitor no caso de ser sua primeira emissão. De acordo com o Art. 14 da Constituição Federal, o voto é facultativo somente para jovens...

ler mais
Saiba como regularizar Título de Eleitor Online!

Saiba como regularizar Título de Eleitor Online!

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou o serviço online que facilita regularizar Título de Eleitor Online sem precisar sair de casa. Em princípio, para uma situação eleitoral adequada, não deve haver motivo de anulação ou suspensão de direitos políticos. Em 2022,...

ler mais
Qual a importância do Título de Eleitor?

Qual a importância do Título de Eleitor?

É muito importante que todos os eleitores do Brasil estejam em dia com a justiça eleitoral e tenham em mãos, seja em cédula de papel ou um dos personagens mais importantes nos pleitos realizados em nosso país, o Título de Eleitor. O ano de 2022 é um ano muito...

ler mais

Deixe um comentário aqui