Publicidade

Conheça as Vantagens e Desvantagens da Urna Eletrônica!

Categoria(s): Urna Eletrônica
23/07/20 14:13 - Atualizado em 26 de agosto de 2020

O Brasil adotou a urna eletrônica em 2000 e desde então uma parte da sociedade não poupa elogios à tecnologia enquanto outra tem suas desconfianças.

Afinal, qual a polêmica que envolve a urna eletrônica? Quais são as vantagens e desvantagens dela?

Neste artigo abordaremos porque a maioria dos governos e o TSE apoiaram a urna eletrônica, sempre sendo alvos de reclamação de alguns grupos.

Publicidade

O que faz um Vereador e como ele se elege?

Vantagens da urna eletrônica

De acordo com eles o seu uso traz rapidez incomparável ao processo de computação dos votos.

Para se ter ideia, hoje conseguimos terminar a eleição às 17 horas e antes das 22 horas temos o resultado de quase 150 milhões de votos.

Antes da urna, demorava-se vários dias para ter o resultado.

Outra vantagem é a urna eletrônica torna-se adequada a um país continental como o Brasil.

Publicidade

Transportar os votos impressos, depois fazer a contagem e informar às autoridades implicava em ampla margem a fraudes e erros

Além disso, era um processo oneroso.

Uma vez construída, a urna eletrônica, faz de nossas eleições são mais baratas do que seriam caso precisássemos dos materiais e da logística das eleições em papel.

Por fim, os favoráveis à urna eletrônica dizem de o processo tornar-se mais seguro, pois elas não estão ligadas à internet.

As informações são criptografadas e possui vários mecanismos de sigilo do voto.

De acordo com o TSE, a vantagem da urna eletrônica, são seus vários mecanismos de segurança, impedindo adulterações e garantem o sigilo do voto.

Também afirma, a impossibilidade de identificação do eleitor, aliada à inexistência de ligação da urna com a Internet ou com qualquer dispositivo de rede.

Entre outras medidas, tornam-na um mecanismo confiável a fim de evitar violações nas várias fases do processo de votação.

urna eletrônica

Desvantagens da urna eletrônica

Apesar da maioria dos governos e do TSE garantir a urna eletrônica ser segura, existe um grupo onde não acredita nisso.

Pode parecer teoria da conspiração, pois nunca houve casos de fraudes nas eleições brasileiros depois de 2000, mas existe certa fundamentação, vejamos.

O primeiro argumento contrário à urna é as insistências de países avançados não usam a tecnologia brasileira (DRE).

Pois, esses países dizem não é seguro o suficiente.

Essa falta de segurança é derivada do fato de qualquer sistema eletrônico pode ser invadido e manipulado.

Portanto, por mais sofisticado que sejam são mecanismos de segurança.

Há também a preocupação das empresas nas quais desenvolvem os mecanismos da urna esteja favorecendo algum grupo político.

Como só se pode checar os votos de uma urna na própria urna e passando pela segurança dessa empresa específica.

Dessa forma, alega-se a capacidade de auditoria independente fica amplamente prejudicada.

Por causa disso, já foi proposto ao congresso, aliar ao voto eletrônico ao voto impresso.

Existiria um relatório de todos os votos onde foram feitos na urna na qual seria divulgado aos partidos e colocado publicamente.

A proposta não foi aprovada, a justificativa foi de seria oneroso demais.

Considerações finais

A urna eletrônica é polêmica desde o seu surgimento e provavelmente continue a ser.

A sua manutenção, alteração ou extinção é a questão política central no Brasil.

A discussão gira, sobretudo, em volta da urna eletrônica ser segura e transparente, como:

  • Seria possível estar manipulando os votos?
  • As empresas onde cuidam da segurança estão sendo honestas?

Portanto, é justamente por causa dessa polêmica no qual nós, cidadãos, devemos dar atenção a esse assunto, nos informarmos e ter uma opinião.

Assuntos como esses inevitavelmente serão alvos de acalorados debates políticos e é o engajamento social no qual determinará os rumos seguidos.

Para saber mais, acesse o site do Tribunal Superior Eleitoral, e saiba mais sobre a urna eletrônica.

Saiba o que faz um prefeito e como se elege!

Conteúdos relacionados à este

Como emitir seu primeiro Título de Eleitor Online?

Como emitir seu primeiro Título de Eleitor Online?

Para poder votar e exercer os direitos políticos, a inscrição no alistamento eleitoral, é necessário a emissão do primeiro Título de Eleitor no caso de ser sua primeira emissão. De acordo com o Art. 14 da Constituição Federal, o voto é facultativo somente para jovens...

ler mais
Saiba como regularizar Título de Eleitor Online!

Saiba como regularizar Título de Eleitor Online!

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou o serviço online que facilita regularizar Título de Eleitor Online sem precisar sair de casa. Em princípio, para uma situação eleitoral adequada, não deve haver motivo de anulação ou suspensão de direitos políticos. Em 2022,...

ler mais
Qual a importância do Título de Eleitor?

Qual a importância do Título de Eleitor?

É muito importante que todos os eleitores do Brasil estejam em dia com a justiça eleitoral e tenham em mãos, seja em cédula de papel ou um dos personagens mais importantes nos pleitos realizados em nosso país, o Título de Eleitor. O ano de 2022 é um ano muito...

ler mais

Deixe um comentário aqui